sábado, 14 de dezembro de 2013

Resenha: A menina que roubava livros


Eu já queria ter feito essa resenha faz um bom tempo, mas eu estava com medo de não fazer uma boa resenha, já que é a primeira. Mas aí tomei vergonha na cara e aqui estou eu. Eu resolvi que a primeira resenha do blog (já tenho outras em mente) seria do livro "A menina que roubava livros" porque como no fim do mês que vem estréia o filme, vai ser uma a chance de quem não leu, ler antes de assistir o filme e também porque eu gostei muito do livro. Enfim, vamos começar.

O livro narrado pela Morte, se passa antes e durante a Segunda Guerra Mundial. O livro conta a história de Liesel Meminger, uma menina de 10 anos que passa a morar com uma  família adotiva - por sua mãe ser comunista - Hans e Rosa Hubermann. 

Logo de cara, Liesel e Hans se dão muito bem, Hans a conquista com uma de suas famosas "piscadelas". Com Rosa demora mais por ela ser muito durona e rabugenta. 


A família Hubermann era bem pobre, pra ganhar a vida, Rosa lavava roupas das pessoas que tinham mais condições na época e Hans era pintor e "nas horas vagas" arcodeonista.


Liesel passou a ter um amor muito grande pelas palavras desde que roubou seu primeiro livro, apesar de ainda não saber ler, no decorrer do livro, Liesel começa a frequentar a escola e a treinar a leitura com Hans todas as noites no porão.


Durante as tardes Liesel brincava na rua com seus amigos, explorava um pouco mais a cidade com seu melhor amigo Rudy e ajudava Rosa a ir buscar e entregar roupas.


Um dos clientes de Rosa, era o prefeito, sua esposa tinha um biblioteca enooooorme, onde Liesel passou a ir ler todas as tardes (e roubar alguns livros também).


Nesse meio tempo, a segunda guerra vai se tornando mais intensa e chega a casa dos Hubermann's, Max que é um judeu, filho de um velho amigo de Hans, ele passa a se esconder no porão e se torna grande amigo de Liesel, é lindo de ver a amizade dos dois e as coisas que um faz pelo outro. E mesmo no meio de toda a confusão da guerra, pobreza e bombardeio, os dois nunca perdem o carinho um pelo outro e muito menos o amor pelas palavras.


Eu particulamente amei o livro, o final é de chorar litros se você realmente se apega a praticamente todos os personagens, meus favoritos são o Max, a Rosa e o Han. Só achei que as 400 páginas de livros poderiam ser transformadas em 300, pois o livro é extremamente aprofundado em detalhes, não digo desnecessários, mas ouso dizer que são detalhes óbvios. 


ISBN: 9788598078175  PÁGINAS: 494  EDITORA: Intrinseca  LANÇAMENTO: 2007 AUTOR: Markus Zusak



Como eu fui de resenha? Sejam sinceros haha, e pra quem leu, o que acharam do livro? Gostaram tanto quanto eu?






5 comentários:

  1. olá sou dona do blog LuBeca e te indiquei em uma tag venha conferir e responder minhas perguntas.
    http://tanamodacomluanaerebeca.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, acabei de indicar seu blog para uma tag. Vai lá conferir http://chuvadefeminices.blogspot.com.br/

    Beijos <3

    ResponderExcluir
  3. Nice Blog :)

    Wanna follow each other on GFC???
    Just let me know and I will make sure to follow ya back

    My Blog: http://beauty-fulll.blogspot.com/2013/12/sheinside-must-haves.html

    ResponderExcluir
  4. Muito boa sua resenha. Li livro este ano para a escola. Não pensava que seria bom, mas é ótimoo. Você é uma ótima blogger, gostaria muito de te conhecer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, volte sempre :3
      eu também tive que ler, gostei muito... Claro claro, poderiamos nos conhecer se ja nao nos conhecessemos kpdosksoapdksod vai dormir thaluxo :p

      Excluir